Home

“Não julgue cada dia pela colheita que você obtém, mas pelas sementes que você planta.” (Robert Louis Stevenson)

Livraria Lello…um ícone histórico e cultural português

É uma livraria mágica, que nos transporta no tempo, de uma beleza única e encantadora. Um verdadeiro ex-libris. Inaugurada em 1906, a Livraria Lello faz parte do património histórico do Porto e em 2013 foi classificada como monumento de interesse público. Considerada uma das mais bonitas do mundo pela imprensa internacional – desde o TheContinuar lendo “Livraria Lello…um ícone histórico e cultural português”

Joga-te a 2020

2020 está aqui. Mais um livro inteiro, pronto a ser escrito. Não um livro a ser esboçado por outros, por outras, não um livro que espera pela nossa decisão de escrever. As páginas viram no final de cada dia, não esperam pela nossa vontade, não esperam que tenhamos a caneta perfeita, o sítio e oContinuar lendo “Joga-te a 2020”

Portugal é top!

Pela terceira vez, Portugal foi TOP. Pela terceira vez, foi eleito o Melhor Destino Turísitico do Mundo nos óscares do turismo!! Foi a 28 de Novembro/19, que Portugal trouxe mais de 10 óscares do turismo! O Melhor Hotel Clássico do Mundo (Olissippo Lapa Palace Hotel, em Lisboa ), o melhor resort (o Dunas Douradas Beach Club, emContinuar lendo “Portugal é top!”

Marquês de Pombal…senhor de grande visão

Sebastião de Melo, mais conhecido por Marquês de Pombal, foi um senhor importante do governo português entre 1750 e 1777. Em 1755 exercia o cargo equiparado a Primeiro-Ministro e tentou implementar medidas de impulso económico para Portugal. A Região Demarcada do Vinho do Porto (primeira Região a assegurar a qualidade dos seus vinhos) data doContinuar lendo “Marquês de Pombal…senhor de grande visão”

Cozido à Portuguesa…delícia de Inverno

De origem incerta, é um dos pratos típicos portugueses, comum a todas as regiões do país (apenas com algumas variações de ingredientes), transversal em termos de classes sociais, que agrada a mais novos e mais velhos e que nos aquece e reconforta nos dias mais frios que se aproximam. Se é de origem judaica, castelhana ou seContinuar lendo “Cozido à Portuguesa…delícia de Inverno”

Transformação é…uma mudança com sentido

Para nos situarmos no mundo, deixarmos um legado positivo e sustentável, para recuperarmos a sintonia, a nossa e a da sociedade que nos rodeia, é necessário predispormo-nos à transformação, a uma mudança com sentido.  Toda a situação crítica nos abre portas à transformação através da fragilidade, da humildade, do senso comum, do questionamento, da rebeldia necessáriaContinuar lendo “Transformação é…uma mudança com sentido”

Cidadania ativa…

Começando por citar Talamude, que disse “Se queres ver o invisível, observa o visível”, afirmo o quão importante é sermos cidadãos e cidadãs atentos/as e ativos/as em relação a tudo o que se passa na sociedade e podermos contribuir com ideias de melhoria. Qualquer pequeno passo pode gerar um efeito multiplicador. Atentemos particularmente às crisesContinuar lendo “Cidadania ativa…”

O mistério da vida…

A vida tem tanto de mistério como de encanto, se a explorarmos e se sobre ela refletirmos. A vida pode ser uma frustração ou uma fonte inesgotável de sabedoria e de felicidade. A vida é uma viagem e uma aventura fascinante. Tal como refere Augusto Cury “A vida é uma grande universidade mas pouco ensinaContinuar lendo “O mistério da vida…”

Depressão pós-férias: stress, insatisfação ou ambas?

Os estudos avançam que, em média, 40% das pessoas que regressam ao trabalho após a pausa das férias, sofre de depressão pós-férias, que se manifesta através de tristeza, cansaço, irritabilidade, alterações do sono e do apetite. De repente, os benefícios terapêuticos das férias, desaparecem num ápice. O nosso organismo abrandou durante as férias e o corpoContinuar lendo “Depressão pós-férias: stress, insatisfação ou ambas?”

O nosso sucesso e o nosso poder…

“…o sucesso é um processo que está sempre em curso e que consiste em nos esforçarmos por nos tornarmos melhores. É a oportunidade de crescimento contínuo ao nível emocional, social, espiritual, fisiológico, intelectual e financeiro, enquanto contribuimos de forma positiva para os outros. A estrada do sucesso está sempre em construção. É um percurso progressivo,Continuar lendo “O nosso sucesso e o nosso poder…”

Reativo/a ou proativo/a?

Reativo/a ou proativo/a? Pois bem, todas as nossas atitudes e condutas negativas surgem dentro de nós de forma mecânica e impulsiva. Isto significa que somos “escravos/as” das nossas reações emocionais. Somos seres reativos e vítimas da circunstâncias à nossa volta. Mas, a negatividade destrói-nos, mina o nosso sistema imunológico e ficamos mais vulneráveis às doenças.Continuar lendo “Reativo/a ou proativo/a?”

Questionar e ouvir…

“Todas as respostas de que necessitas encontram-se dentro de ti e será no silêncio que as irás ouvir. Pára. Escuta-te. O que te dizes? Não, não quero saber do lixo do costume. Nem das obrigações, nem dos deveres, nem do que tens para fazer, nem do que aquele te fez, nem do que aquela teContinuar lendo “Questionar e ouvir…”

Inocência, ignorância e sabedoria…

A criação da nossa identidade atravessa três fases. A primeira é o estado de “inocência”, que ocorre desde o nascimento até aos sete, oito, nove ou dez anos, dependendo da evolução de cada criança. Os bébés quando nascem são como “folhas” em branco: limpos, puros e sem limitações ou preconceitos. Ao verem o mundo, deslumbram-seContinuar lendo “Inocência, ignorância e sabedoria…”

Faróis portugueses, uma luz na história marítima…

Portugal conta com 30 faróis no Continente, 16 nos Açores e 7 na Madeira, constituindo um património inestimável iniciado por volta do sec. XVI. Portugal tem uma notável história marítima. Velejadores Portugueses, lançaram e lideraram a Idade das Descobertas Europeias, e navios Portugueses, têm vindo a encontrar o seu caminho de regresso a casa a partirContinuar lendo “Faróis portugueses, uma luz na história marítima…”

Cultivar a mente…

Começo o post de hoje com a frase de Suzuki “Sou um artista no meu modo de viver – a  minha vida é a minha obra de arte.” Mas, podemos ser artistas na vida? Claro que sim. Ser artista, significa cultivar a mente, significa querer fazer coisas diferentes, significa entusiasmo pelo novo, significa ser líderContinuar lendo “Cultivar a mente…”

A felicidade e a paz interior vêm de fábrica…

Sabiam? Como saber quando interpretamos a realidade de uma forma egocêntrica? Como saber quando interpretamos com a essência? É fácil. Basta partir do princípio de que a saúde, a satisfação, o bem-estar e a felicidade são o nosso estado natural e que a doença, a insatisfação, o mal-estar e o sofrimento são antinaturais. Teremos entãoContinuar lendo “A felicidade e a paz interior vêm de fábrica…”

Quanto tempo dura um eterno?

“A única forma de chegar ao impossível, é acreditar que é possível”, diz o chapeleiro no filme Alice no País das Maravilhas. Como adoro esta frase. Adoro porque fala de resiliência, fala de não desistirmos, fala de luta, de perseverança, de muita vontade, de acreditarmos que podemos tornar o impossível em possível, fala de auto-confiança,Continuar lendo “Quanto tempo dura um eterno?”

Os sonhos são…doses de futuro

Sonhar acordado ou a dormir. O que são os sonhos? De uma forma ou de outra, os sonhos fazem-nos pensar no seu significado e, quer queiramos, quer não, “Os sonhos são as manifestações não falsificadas da actividade criativa inconsciente”, tal como disse o psiquiatra e psicoterapeuta suiço Carl Jung  (1875-1961). É pois, naturalmente importante, que as pessoasContinuar lendo “Os sonhos são…doses de futuro”

Voar, acreditar e ser feliz

Todos nós temos o mesmo objetivo: o de sermos verdadeiramente felizes. Nessa procura, percorremos inúmeros caminhos, lutamos contra monstros e moinhos de vento, sonhamos ser ricos, em encontrar o verdadeiro amor, como se isto fosse o suficiente para nos fazer felizes. Vamos tão longe quando a felicidade está e sempre esteve…dentro de nós. A FelicidadeContinuar lendo “Voar, acreditar e ser feliz”

Dá cor às tuas horas…

O que são os dias? O que são as horas e até os minutos? Uma oportunidade para nos voltarmos para nós, para descobrirmos qual é o nosso contributo social, para amadurecermos ideias, projetos que se sintonizem com o que somos e com o que gostamos de fazer. O tempo existe também para criarmos relações harmoniosasContinuar lendo “Dá cor às tuas horas…”

A Escola de Valores e a humanização…o compromisso ético da Educação

Nascido na cidade do Porto, em 1951, o Prof. José Pacheco tem sido, desde há largos anos, um grande dinamizador da Educação democrática e um crítico do sistema tradicional de ensino. Foi eletricista, formou-se em Engenharia, integrou o Ensino, como professor primário e universitário,  o Conselho Nacional de Educação e é mestre em Educação da Criança, pela UniversidadeContinuar lendo “A Escola de Valores e a humanização…o compromisso ético da Educação”

Educação, a alavanca para a inclusão social

O direito à educação é um direito social que se inspira na igualdade entre pessoas, pelo que as oportunidades educativas relacionadas com o ensino básico, secundário e superior, deverão estar ao alcance de qualquer pessoa. Apenas dessa forma estaremos perante uma sociedade socialmente inclusiva, onde as pessoas são equitativamente valorizadas e em que são respeitadasContinuar lendo “Educação, a alavanca para a inclusão social”

Alimentação de Outono

Frio, calorias mil. Como equilibrar as coisas? No outono, à medida que as temperaturas vão descendo, alteram-se não só as preferências alimentares, como o próprio  ritmo do organismo. As necessidades calóricas aumentam, por se gastar mais energia a manter a temperatura corporal. Isso, porém, não pode ser motivo de erros e excessos alimentares, até porque essa necessidade deContinuar lendo “Alimentação de Outono”

Uma caixa de mimos…

Que tal uma caixa de energia positiva? Uma caixa onde possa guardar recordações/registos de bons momentos? Procure então tudo aquilo que lhe evoque momentos felizes e que o/a façam sentir bem: bilhetes de avião, fotos, bilhetes de cinema ou de concertos, bloco de notas com anotações suas, desenhos, poemas, qualquer objeto que tenha valor sentimentalContinuar lendo “Uma caixa de mimos…”

Zona de conforto…

“Ninguém nunca fez diferença sendo igual ao resto.”(Filme o Grande Showman). Inspiradora, não? E faz pensar. Seja na esfera pessoal, seja na profissional, há que deixar uma marca positiva e para isso temos de ser um pouco “excêntricos/as”, ser criativos/as. Só assim nos diferenciamos, seja na postura perante a vida, seja na forma de pensarContinuar lendo “Zona de conforto…”

QI, QE e QS

Longe vão os tempos em que eramos avaliados pelo nosso quociente de inteligência, pelo Sr. QI. Depois, na década de 90 do século XX, veio o Sr. QE, como grande fator diferenciador e nos últimos anos, emergiu o Sr. QS, o “dono” da inteligência espiritual, que é a capacidade que temos para dar sentido àContinuar lendo “QI, QE e QS”

A biologia e as organizações

Um dos traços mais interessantes do nosso organismo é o facto de as células, tecidos, orgãos, aparelhos e sistemas trabalharem em equipa, por forma a garantirem a eficiência: menor dispêndio de energia para o maior retorno possível. Se gastamos mais energia do que a necessária, algo vai mal. Assim como acontece na empresa. Tanto noContinuar lendo “A biologia e as organizações”

Sobre mim…

Nasci em Paris, a 30 de Junho de 1968, sou a filha única de ex-emigrantes portugueses, e regressei a Portugal com 6 anos de idade, por forma a ingressar no ensino básico. O 1º ano de escolaridade foi frequentado numa aldeia do concelho da Lourinhã – Toxofal de Baixo – (local de residência dos avósContinuar lendo “Sobre mim…”


Follow My Blog

Get new content delivered directly to your inbox.

“Faz mais do que pertencer: Participa. Faz mais do que preocupar: Ajuda. Faz mais do que acreditar: Pratica. Faz mais do que ser justo: Sê bondoso. Faz mais do que perdoar: Esquece. Faz mais do que sonhar: Trabalha.” (William Arthur Ward)

“Lembre-se dos três Rs: Respeito por si próprio, Respeito ao próximo e Responsabilidade pelas ações.” Dalai Lama